Agra, a cidade além do Taj Mahal

Agra, a cidade além do Taj Mahal.

De um lado a opulência e a sofisticação do Taj Mahal, uma das sete maravilhas do mundo moderno e também patrimônio da Unesco. Do outro, uma cidade muito carente em necessidades tão básicas.

Quero abordar aqui neste post a minha experiência. O que eu vi e senti visitando a cidade de Agra. Não estou aqui para fazer julgamentos e nem tão pouco para criticar a cultura de um outro país.

A maioria dos posts sobre Agra aborda apenas o Taj Mahal e seus pontos turísticos. Não quero desestimular ninguém com este meu relato, mas minha proposta com o Desviei da Rota é ir além do cartão postal. Então, vamos lá!

Andar por Agra é sentir o chamado “soco no estômago” que tantos dizem receber quando passam alguns dias na Índia.

Para mim, foi um abismo de contrastes. A cidade é bem movimentada, assim como outras da Índia, mas é de longe uma das mais sujas também. É impactante.

2017-11-11 14.05.50

Já me chamou a atenção assim que o trem ia parando e toda a margem dos trilhos era coberta por montanhas de lixo. Crianças brincavam calmamente neste cenário. Homens e mulheres seguiam seus caminhos sem se importarem.

Agra está localizada no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia. E não é somente o Taj Mahal que está por lá não! Ela também abriga grandiosos palácios, fortes, mausoléus e jardins. No centro de Agra estão: o Itimad-ud-Daulah, (apelidado de Mini Taj) e o Agra Forte.

2017-11-11 14.01.36

2017-11-11 09.45.10

A maioria dos turistas fica em Agra apenas um dia, ou algumas horas. Chegam, visitam o Taj Mahal e vão embora.

Ficar na cidade por mais dois ou três dias é também mergulhar um pouco no que foi a sede do império mogol nos séculos XVI e XVII. Muitos de seus moradores parecem ainda estar naquele tempo.

Apesar de toda aquela pobreza e miséria, as pessoas acenavam e sorriam por onde eu passava.

Em algumas ruas sempre havia crianças que ficavam me acompanhando e pedindo dinheiro. Com os adultos é mais raro este tipo de comportamento. Passei por ruas onde é quase impossível a presença de turistas, pois elas ou não dão acesso aos monumentos ou não estão na rota das agências, ou seja, não interessa a ninguém.

2017-11-11 09.44.44

E realmente, não encontrei nenhum turista pelas ruas por onde andei.

Como em toda a Índia, muitos comerciantes e artesãos produzem, vendem e consertam seus produtos na rua, na beira das calçadas.

2017-11-11 14.12.00

2017-11-11 14.07.54

Pessoas se banham na porta de suas casas, escovam os dentes, fazem suas necessidades alí mesmo.

2017-11-11 09.40.09

Às vezes alguns deles paravam o que estavam fazendo e acenavam. Cumprimentavam com um “namastê” ou apenas sorriam. Muitos moradores até ficavam alheios à minha presença.

2017-11-11 09.45.47

2017-11-11 14.02.41

O esgoto corria a céu aberto. Porcos disputavam restos de lixo com cachorros e vacas. A pequena aglomeração de animais só era dispersa vez ou outra quando passava um tuk tuk ou pequenas carroças.

Sabe o que mais me chamou a atenção em Agra? Foram as as crianças! Elas são iguais em qualquer país, cidade ou vilarejo.

São curiosas, possuem um olhar puro e cativante. Muitas já aparecem sorrindo, querendo um abraço ou um simples aperto de mão.

Este grupinho jogava bolinhas de gude em uma das ruas por onde passei.

2017-11-11 14.18.31

Crianças apenas sendo crianças. Todas, sem exceção e em qualquer parte do mundo, precisam de amor, carinho e atenção.

Vai visitar o Taj Mahal? Tire uns minutinhos e dê uma voltinha em umas duas ou três ruas por alí mesmo. Talvez você não receba um soco no estômago, mas muito provavelmente vai receber um montão de sorrisos e apertos de mão! E isso vai te fazer um bem enorme!

 

Por Marcos Galinari – fotógrafo, videomaker e documentarista // www.instagram.com/marcosgalinari

Aproveitando, me perdi para chegar no Taj Mahal e aproveitei para gravar este video aqui:

Quer saber um pouco mais como é a cidade de Agra? Assista este video aqui que eu gravei! Não se esqueça de deixar o seu like e se inscrever no meu canal!

 

 

desvieidarota

Olá! Que bom que você veio! Sou Marcos Galinari, fotógrafo, videomaker, documentarista e apaixonado por contar histórias! Todo mundo já deve ter ouvido falar de uma das 7 maravilhas do mundo ou de um roteiro turístico pra lá de deslumbrante não é mesmo?! Mas, o que acontece quando você literalmente desvia da rota e vai além do cartão postal? Com certeza muitas descobertas e grandes experiências! E é este o meu objetivo por aqui. Dividir com vocês muito mais do que dicas de viagens e turismo. Eu quero, através do "Desviei da Rota", poder inspirar as pessoas através das minhas viagens. Vem desviar da rota comigo!

Deixe uma resposta