Não suba em elefantes!

Quero me concentrar neste post falando somente dos elefantes. É claro que muitos outros animais são utilizados no turismo simplesmente para divertir ou entreter os turistas.

Não quero aqui fazer julgamentos de quem já pagou para andar com elefantes ou simplesmente subiu em cima de um para fazer uma simples foto.

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.15.46

Mas saiba que os elefantes podem ter sido cruelmente torturados pra garantir a sua diversão e a de milhares de turistas desavisados.

Mas por que esta prática ainda continua não só na Índia mas também em outros países dos sudeste asiático. Porque elefantes são um negócio lucrativo.

Na Índia tive a oportunidade de ver dezenas deles sendo utilizados debaixo de um sol fortíssimo no Amer Fort, que fica na cidade de Jaipur.

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.20.29.png

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.19.13

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.18.53.png

É muito duvidoso a forma como esses animais são tratados. Muitas vezes são forçados a longas jornadas de trabalho sem descanso e sem uma alimentação adequada.

O passeio de elefantes no fort acontece até as onze, onze e meia da manhã. Depois todos são recolhidos e vão para uma espécie de santuário que existe lá por perto para descansarem.

A verdade é que estes “santuários” em nada se parecem com seu habitat natural. Os alojamentos são apertados e muitas vezes inadequados.

A Índia possui mais de 4 mil elefantes mantidos em cativeiros. Muitos deles são utilizados como diversas e turismo, adoração a deuses e até na construção civil carregando pedras.

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.17.04

Lá eles são fortemente associados às tradições religiosas e culturais.

É comum elefantes serem alugados durante festivais religiosos e festividades como casamentos ou inauguração de hotéis e lojas.

Ficam horas e mais horas na mesma posição para que homens e mulheres depositem oferendas aos seus pés e posem ao seu lado para fotos. Os animais são levando à exaustão já que estes festivais podem durar dias na Índia.

Rajeshwari, uma elefanta de 42 anos, permaneceu deitada por mais de um mês com seu fêmur quebrado e seu corpo tomado por ferimentos.

Ela era mantida em um templo na Índia e ficava sobre um chão de pedra durante horas para “abençoar” devotos do deus hindu Ganesha e para participar de rituais como levar água para as divindades.

Ela enfraqueceu até morrer.

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.14.42

Na Tailândia os elefantes são também muito utilizados para o turismo. E muitos viajantes buscam de fato este tipo de “atração”. É bastante comum santuários que oferecem aos turismos a oportunidade de “darem banhos” nos elefantes.

E como é que eles são treinados? Como eles ficam tão dóceis e domesticados? Simples, através do terror que lhes é imposto desde quando são ainda bem jovens.

Captura de Tela 2018-04-25 às 14.19.47

O que acontece na Tailândia por exemplo, é um treinamento conhecido como Phajaan que significa “quebrar o espírito”.

Os elefantes são separados de suas mães e submetidos ao isolamento e à tortura. Tudo isso para que ele fique cada vez mais submisso e “domesticado”.

Se você subir em um elefante, é porque ele foi domesticado. E há grandes chances de que foi submetido à tortura para agirem como tal.

No vídeo abaixo tem uma amostra do que é o Phajaan: “Quebrando o espírito do elefante”. Um aviso! As cenas são fortes!!

 

De qualquer forma, acho super baixo astral subir em elefantes. Eu não faço e não recomendo!

Além do mais, se divertir à custa dos animais está bem fora de moda. Se é que já esteve algum dia não é mesmo!!

Por Marcos Galinari – fotógrafo, videomaker e documentarista

Não esqueça de me seguir no instagram!

http://www.instagram.com/marcosgalinari

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s